Pode o stress mexer com o meu período?

STRESS E PERÍODO


O stress é uma resposta natural do corpo humano, muito parecido com um modo de sobrevivência. No entanto, o é problemático que as pessoas sintam cada vez mais stress no dia-a-dia, em níveis cada vez mais graves. De facto, a OMS classificou o stress como uma epidemia de saúde, e o burnout entrará efetivamente na lista de doenças da OMS em 2022.

E se alguma vez estiveste stressada, sabes bem que pode arrasar-te. Podes sentir tonturas, náuseas, tremores, boca secas, esquecimentos, e a lista continua. Mas será que o stress pode mexer com o teu período? Descobre a ligação entre stress e período.

Stress e período: uma ligação não óbvia

Podem parecer não relacionados, uma vez que um deles é uma aflição psicológica que se manifesta frequentemente com sintomas físicos, e o outro é uma condição principalmente física que afeta também a parte psicológica e emocional. No entanto, stress e período parecem estar mais ligados do que se pensa.

Ciclos mais curtos ou mais longos

Vários estudos têm encontrado ligações subtis entre o stress e a duração do período. Existem estudos que mostram que o stress tem um impacto no comprimento do ciclo menstrual, tornando-os mais curtos ou mais longos, especialmente sendo o stress associado a rotinas de sono irregulares. Outro estudo relacionou especificamente ciclos mais curtos com empregos e posições laborais de alto stress, o que pode parecer contraditório. No entanto, stress e período parecem ter mesmo uma conexão, sendo os ciclos alterados uma consequência do stress. A resposta ao stress depende de mulher para mulher, claro, e lembra-te que o stress não é uma condição exata mesmo para médicos, uma vez que depende de muitos fatores, e no geral é uma condição bastante "recente".

Fluxos mais leves ou mais intensos

Assim como pode mexer com o comprimento do teu ciclo, o stress pode mexer com a intensidade do teu fluxo menstrual. O stress elevado pode ter efeitos imprevisíveis nas mulheres: ambos podem tornar os fluxos mais leves ou tornar os fluxos mais intensos. Um fluxo extremamente leve é chamado de Hipomenorreia, e pode acontecer quando a atividade dos centros cerebrais que estimulam os ovários durante o ciclo é suprimida, e hormonas como o estrogénio e a progesterona podem não ser produzidas. Um fluxo extremamente intenso é chamado Hipermenorreia, e o stress excessivo também pode ser uma causa.

TPM e Dismenorreia

Mas stress e períodos estão mais interligados do que é imediatamente aparente. E a dor? Se já sofres de Tensão Pré-Menstrual (TPM), adicionar stress à mistura não é muito bom. De facto, o stress relacionado com o trabalho, e o stress nos dias que antecedem o período parecem estar relacionados com a gravidade ou intensidade dos sintomas menstruais, especialmente dor e desconforto. Outro estudo descobriu que se uma mulher se sente stressada, os seus sintomas podem piorar, nomeadamente a dor física (dores de barriga, por exemplo) e a dor emocional (depressão, entre outras).

Amenorreia

Em casos muito graves – e estamos a falar de casos de risco de vida – o stress pode causar amenorreia, ou seja, pode fazer com que o teu período pare completamente. Isto é algo não tão comum, e mais frequentemente associado à desnutrição – por exemplo, em mulheres anoréticas. A amenorreia pode ser causada por várias doenças e condições, mas raramente é uma coisa "normal”. Se acontecer, procura ajuda médica imediatamente.

Stress e período podem estar inversamente ligados?

A triste verdade é que, sim, podem. Estar com o período pode ser uma fonte de stress. Ter TPM pode stressar-te. Sentir dores de barriga ou sentires-te inchada pode impedir-te de desfrutar de uma situação a priori feliz e divertida, com família e amigos.

O que fazer se o stress estiver a limitar a tua vida

A primeira coisa a fazer é admitires que não és uma rocha e que precisas de ajuda para lidar com o stress. As mulheres tendem a suportar o peso do mundo sobre os ombros, depois de crescerem com a pressão de serem "a rocha" da família. Chega disso.

Depois de procurares ajuda profissional, há algumas coisas que podes fazer tu própria para tentar baixar os níveis de stress. Se possível, distancia-te de pessoas e situações que podem ser fontes de stress. Diz adeus a pessoas tóxicas! Em segundo lugar, tenta encontrar o teu próprio tempo para relaxar, ao teu ritmo, á tua maneira. Seja uma hora por dia para ler, ouvir música, andar, ver séries, cozinhar, ou o que quer que o teu coração e mente queiram, certifica-te de te dar a ti própria um momento para respirar durante o dia.

Fazer exercício é uma excelente maneira de combater o stress, assim como o yoga e a meditação. Coisas diferentes funcionam para mulheres diferentes, por isso só precisas de encontrar a tua. E por último, não guardes para ti, e não tenhas medo de ser chata ou dependente. Fala, abre-te, desabafa. Amigos e família estão lá para ti, tal como já estiveste lá para eles tantas vezes.

Take good care. Of yourself. Of your period. Of Mother Earth.

We use cookies to ensure that we give you the best experience on our website. By continuing you are agreeing to our Privacy Policy.
Accept
Portuguese
Portuguese